carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

China suspende importações brasileiras por causa de aftosa

A China suspendeu as importações de carne bovina, suína e de ovinos do Brasil em resposta aos focos de febre aftosa registrados no País em 2005, informou hoje o Ministério da Agricultura. A Embaixada do Brasil em Pequim informou a decisão à Secretaria de Relações Internacionais do ministério.A medida foi publicada na página eletrônica do Departamento de Quarentena Animal e Vegetal do governo da China. Em dezembro de 2005, o ministério já havia recebido a reclamação de um exportador brasileiro, cujos embarques de gelatina bovina haviam sido retidos pela China.Em 2005, os exportadores brasileiros faturaram US$ 86 milhões com os embarques de carne bovina, suína e de aves para o país. Cerca de 92% do volume exportado é de frango "in natura", produto excluído do embargo, informou o ministério.Peru suspende embargoDe acordo com o Ministério da Agricultura, ao mesmo tempo em que foi anunciado a interrupção das importações chinesas, o Peru suspendeu parcialmente o embargo ao produto nacional. A Secretaria de Relações Internacionais informou que o governo do Peru liberou as importações de carnes bovinas e suínas oriundas dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rondônia, Acre e dos municípios de Boca do Acre e Guajará no Amazonas. As restrições peruanas estavam em vigor desde o dia 14 de outubro de 2005, depois que foram confirmados focos de aftosa no Mato Grosso do Sul. Posteriormente, um caso da doença foi detectado no Paraná. O embargo do governo peruano vale para todo o País.

Agencia Estado,

27 de janeiro de 2006 | 17h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.