China tem roteiro para reforma do mercado de juros, diz BC

A China tem um roteiro para liberar o seu mercado de taxa de juros e as reformas vão começar com os bancos saudáveis que atenderem a certos critérios, não necessariamente com grandes bancos estatais, afirmou nesta quinta-feira o vice-presidente do Banco Popular da China, Hu Xiaolian.

REUTERS

29 de março de 2012 | 09h16

"Estamos avançando com as reformas através de um roteiro", disse Hu em um fórum em Pequim. "Queremos começar com bancos que atendam aos critérios, em vez de olhar para bancos grandes ou pequenos."

Hu afirmou que o banco central vai julgar a saúde dos bancos de acordo com suas finanças, operações e capacidade de gerenciar riscos.

O mercado de juros da China é fortemente controlado por Pequim e muitos analistas dizem que o país precisa liberá-lo se quiser promover o iuan como uma alternativa ao dólar como moeda global.

(Reportagem de Zhou Xin e Koh Gui Qing)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHINAREFORMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.