China une-se BID para ajudar América Latina

DINHEIRO NOVO

O Estadao de S.Paulo

24 Outubro 2008 | 00h00

A China juntou-se ontem ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). "A China vai contribuir com US$ 350 milhões para financiar projetos de desenvolvimento na América Latina e Caribe", informa documento divulgado pelo BID. "Estamos estimulados por trazer uma economia grande como a China para uma comunidade de nações que está trabalhando em conjunto para resolver os desafios complexos de desenvolvimento que enfrentam América Latina e Caribe", disse o presidente do BID, Luis Alberto Moreno. O país asiático tornou-se o 48.º membro do banco, baseado em Washington.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.