China vai aprimorar medida de estímulo ao consumo no 2º semestre

Ao mesmo tempo, país tentará equilibrar crescimento e inflação, disse o premiê chinês, Wen Jiabao

Reuters,

22 de julho de 2010 | 07h54

A China vai melhorar as medidas para estimular o consumo no segundo semestre de 2010, ao mesmo tempo em que tenta equilibrar crescimento e inflação, disse o primeiro-ministro do país, Wen Jiabao, nesta quinta-feira.

O país também vai caminhar com as reformas do mercado imobiliário, afirmou o presidente Hu Jintao.

As duas autoridades estavam falando em um simpósio em Pequim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.