China vai investigar 'dumping' de produtos importados dos EUA

País acusou autoridades americanas de adotarem protecionismo com nova tarifa sobre pneus chineses.

BBC Brasil, BBC

13 de setembro de 2009 | 12h15

A China anunciou que vai abrir uma investigação sobre as importações de carros e frango dos Estados Unidos, em meio a uma crescente tensão entre os dois países por causa de comércio.

O Ministério do Comércio da China disse que está examinando queixas de empresas chinesas de que alguns produtos americanos estão sendo vendidos à China com dumping (prática comercial desleal que consiste na venda de um produto abaixo de seu custo para prejudicar a concorrência) ou com o benefício de subsídios injustos.

Segundo as autoridades, há preocupação de que as importações americanas prejudiquem a indústria nacional.

O governo chinês reagiu com irritação à decisão americana na sexta-feira de impor altas taxas de importação a pneus produzidos na China. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou decreto que impõe uma taxa adicional sobre pneus chineses por três anos - 35% no primeiro, 30% no segundo e 25% no terceiro ano. Hoje a tarifa é de apenas 4%.

Pequim acusou Washington de protecionismo, dizendo que a China se reserva o direito de adotar medidas retaliatórias.

De acordo com a repórter da BBC, Abigail Mawdsley, o comércio tem sido uma fonte constante de tensão entre a maior economia do mundo e a terceira maior, apesar de promessas recentes de trabalharem juntas pela recuperação econômica global. Obama deve ser o anfitrião da próxima cúpula do G20 em Pittsburgh, nos dias 24 e 25 de setembro. A nova tarifa americana para importação de pneus feitos na China entra em vigor no dia 26.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.