Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

China vai liberalizar taxa de juros gradualmente, diz BC chinês

‘O mercado deve ter o poder de decidir o preço dos empréstimos e depósitos’, afirmou o presidente da instituição

Danielle Chaves, da Agência Estado,

17 de dezembro de 2010 | 09h40

O presidente do Banco do Povo da China (PBOC, banco central), Zhou Xiaochuan, afirmou que o país vai gradualmente tornar as taxas de juros mais determinadas pelo mercado e disse que a liberalização das taxas pode melhorar a alocação de recursos. As declarações se somaram a pedidos de outras autoridades por uma mudança no rígido regime de juros do país.

Em um fórum financeiro, Zhou afirmou que as taxas precisam refletir as necessidades de controle macroeconômico e que a China deve criar condições para reformas de mercado nas taxas, o que ajudará a tornar a política monetária mais eficiente. A autoridade também disse esperar que as companhias que atendem a certos padrões possam ter poder de preço sobre os juros antes de outras empresas. "O mercado deve ter o poder de decidir o preço dos empréstimos e dos depósitos", afirmou.

Diferentemente dos EUA e de alguns outros países, onde o banco central influencia as taxas de mercado ajustando o custo dos fundos de curto prazo que empresta para os bancos, o PBOC determina taxas de referência oficiais para empréstimos e depósitos.

A reforma nas taxas de juros da China foram paralisadas nos últimos anos, à medida que o governo tentou manter um forte controle do sistema financeiro para melhorar sua capacidade de combater os efeitos da recessão global. A liberalização gradual das taxas de juros é uma meta do 12º plano quinquenal da China, para o período de 2011 a 2015.

Separadamente, a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, na sigla em inglês) afirmou que a mudança para uma política monetária "prudente" em 2011, de "moderadamente frouxa" neste ano, não é simplesmente uma medida de aperto monetário. Segundo a rede de televisão estatal chinesa, o presidente da NDRC, Zhang Ping, disse que a mudança inclui garantir ofertas "razoáveis" de crédito e dinheiro. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
chinataxas de jurospboc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.