carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Chinesa XCMG investe em fábrica em Minas Gerais

BELO HORIZONTE

Eduardo Kattah, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2011 | 00h00

A Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG), indústria chinesa de máquinas para a construção pesada, anunciou ontem que vai investir R$ 334 milhões na instalação de uma fábrica em Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais. Um protocolo de intenções foi assinado entre representantes da empresa e o governo do Estado. A XCMG prevê que as operações tenham início em março de 2012.

Na fábrica - que será erguida em um terreno de 806 mil m² às margens da Rodovia Fernão Dias - serão produzidos guindastes, escavadeiras hidráulicas, rolos compactadores, motoniveladoras e outros maquinários para a construção civil.

A princípio, a XCMG iniciará suas atividades com peças importadas para a montagem das máquinas. A partir de 2013, a intenção é gradativamente abastecer a montagem com produtos produzidos na planta de Pouso Alegre e oferecer serviço de pós-venda, centro de peças de reposição e centro de treinamento.

De acordo com o presidente da empresa, Wang Min, a expectativa é que a nova unidade fabril - a primeira fora da China - incremente em US$ 500 milhões o faturamento do grupo a partir de 2014. "Somos hoje o número 7 dos grupos de máquinas de construção do mundo", afirmou Min durante a solenidade no Palácio Tiradentes. "Eles hoje são a sétima empresa no mundo e querem virar a quarta, com a produção em Minas", disse a secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Dorothea Werneck.

Quando iniciar sua operação, a capacidade de produção da fábrica será de 5 mil unidades. A expectativa é que, em 2014, possam ser produzidas até 26 mil unidades destinadas ao mercado interno. Conforme o governo estadual, o empreendimento vai gerar 600 empregos diretos e cerca de 5 mil indiretos.

A XCMG recebeu incentivos fiscais do Estado e do município, como redução de ICMS industrial e isenções de impostos municipais. Para atrair o investimento, a prefeitura de Pouso Alegre doou uma área de 225 mil m². O restante foi adquirido pela empresa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.