Chineses têm investimentos anunciados de US$ 68,4 bilhões no Brasil

Dos 60 anunciados, 39 já foram confirmados e significarão aportes de US$ 24,4 bilhões; hoje o país asiático é o maior parceiro comercial do Brasil

Fernanda Guimarães, da Agência Estado,

21 de novembro de 2012 | 15h18

SÃO PAULO - Pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 21, pelo Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC) mostra que há hoje no País 60 projetos anunciados por empresas chinesas, com um valor total de US$ 68,4 bilhões. Desses, 39 já foram confirmados e significarão investimentos de US$ 24,4 bilhões. O economista e consultor do CEBC Cláudio Frischtak destacou que, ao todo, 44 companhias chinesas anunciaram aportes no País.

Frischtak destacou que uma mudança recente são os novos interesses da China no Brasil, que eram, até 2010, apenas em recursos naturais. Hoje, a procura por recursos continua, mas as companhias também estão interessadas no mercado brasileiro e em ativos estratégicos.

O estudo indica que o fluxo comercial entre Brasil e China deverá fechar 2012 com um volume de US$ 78 bilhões, ante US$ 77 bilhões em 2011. De acordo com Frischtak, esse montante significa que haverá uma aceleração do fluxo comercial entre os dois países no último bimestre do ano para compensar os números mais baixos nos dez primeiros meses. Hoje a China é o maior parceiro comercial do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaInvestimentosCEBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.