Chipre e Malta passam a adotar o euro

Em Chipre, moeda circula só no sul; Países esperam benefícios econômicos.

BBC Brasil, BBC

01 de janeiro de 2008 | 17h30

Chipre e Malta passaram a adotar nesta terça-feira o euro, se juntando a um grupo de 13 países europeus que já faziam parte da zona de circulação da moeda. Pouco depois da virada do ano, os líderes dos dois países retiraram notas de euro de caixas eletrônicos, marcando simbolicamente o início da mudança.Em Chipre, o euro só está circulando na parte sul, a metade grega da ilha - no norte, área de maioria turca que não é reconhecida como parte da União Européia, a moeda continua sendo a lira turca. Apesar disso, os euros de Chipre trazem inscrições tanto em grego como em turco.EconomiaOs dois países passaram por um cuidadoso processo de preparação para receber a nova moeda.No Chipre, 300 mil conversores de moeda foram enviados a residências, enquanto que, em Malta, uma linha telefônica especial e "eurocentros" foram criados para tirar dúvidas.A expectativa é que a adoção do euro possa dar impulso às industrias locais, visto que, com o euro, acabarão os custos de câmbio de investidores europeus que quiserem financiar projetos nas ilhas.Malta já está vivendo uma explosão no turismo e planeja se tornar em um centro para indústrias de alta tecnologia.Por sua vez, o ministro das finanças de Chipre, Michalis Sarris, disse que espera que o euro beneficie consumidores e empresários igualmente, já que a zona do euro apresenta baixa inflação, menores taxas de juro e um vasto mercado consumidor.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.