Chipre: rating reflete cumprimento de termos do resgate

O governo de Chipre comemorou a elevação da classificação de risco dos bônus do país pela agência Moody''s como um reconhecimento da adesão aos termos do resgate recebido.

AE, Estadão Conteúdo

15 de novembro de 2014 | 16h56

A Moody''s disse que a elevação no rating dos títulos de Chipre de Caa3 para B3, com perspectiva estável, reflete o progresso do governo até o momento em estabilizar as finanças estatais e reformular o setor bancário da ilha.

O porta-voz do governo de Chipre Victoras Papadopoulos afirmou neste sábado que Chipre continua "firme e constante" com os termos do acordo de resgate de 10 bilhões de euros, porque ainda não venceu todas as dificuldades. Mesmo com a elevação, a classificação é "junk", ou seja, não é grau de investimento.

A Moody''s disse que Chipre ainda enfrenta um cenário econômico fraco e um número crescente de empréstimos ruins. No mês passado, outra agência de classificação de risco, a Standard & Poor''s, elevou o rating de longo prazo em moeda estrangeira de Chipre para B+, de B. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Chipreratingmoodysresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.