finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Chiquita e Fyffes oferecem concessões na UE para sua fusão de US$526 milhões

A produtora de frutas norte-americana Chiquita Brands e a irlandesa Fyffes ofereceram concessões aos reguladores antitruste da União Europeia para dissipar preocupações de que sua proposta de fusão de 526 milhões de dólares possa reduzir a competição no mercado.

REUTERS

16 de setembro de 2014 | 07h33

A entidade resultante da fusão terá 14 por cento do mercado global de bananas, de 7 bilhões de dólares, tornando-se o maior fornecedor mundial da fruta, com um poder de negociação significativo em relação ao varejo.

As empresas apresentaram propostas na sexta-feira, divulgou a Comissão Europeia em seu site nesta terça-feira. A agência de regulação da concorrência da UE, que fixou um prazo até 3 de outubro para a sua decisão, não forneceu detalhes, em linha com a sua política.

A Chiquita e a Fyffes competem com a Fresh Del Monte e a companhia Dole Food Company, fundada no Havaí.

(Por Foo Yun Chee)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSCHIQUITAFYFFES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.