Chirac pede à UE que exerça sua "soberania econômica"

O presidente francês, Jacques Chirac, afirmou nesta quinta-feira que chegou o momento de a União Européia (UE) exercer "sua soberania econômica" e adotar "uma política comercial ofensiva" como outras potências."A UE não pode ser o único conjunto continental que não utilizanenhum dos instrumentos da política econômica, industrial, comercial e monetária", afirmou Chirac no tradicional ato de felicitação de ano-novo às "forças vivas" da nação (sindicatos, patronais e associações), no Palácio do Eliseu."Chegou o momento de exercer sua soberania econômica, com afixação de uma política de câmbio e a refundação da política dacompetitividade para levar em conta a globalização", acrescentou.Chirac, que encerrará seu segundo mandato em maio, ressaltoutambém que "chegou o momento de a UE adotar uma política comercialofensiva, com armas iguais às de outras potências"."A Europa deve tomar nas mãos seu destino econômico, dandosentido à preferência da UE sobre a qual se construiu", afirmou opresidente francês, que ainda não revelou se será candidato àreeleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.