Chrysler anuncia investimento de US$ 350 milhões na China

O presidente do Grupo Chrysler, Tom LaSorda, anunciou hoje em Pequim o lançamento de três novos projetos para a fabricação de caminhonetes e veículos na China. Em um ato no centro de Pequim, LaSorda apresentou o modelo Chrysler 300C, que será fabricado pela primeira vez na China com seu parceiro Beijing Automotive Industry Corporation (Baic) em uma nova instalação.O carro - que ganhou vários prêmios internacionais e foi o mais votado como "veículo de luxo importado mais popular da China 2005" na Internet - foi apresentado hoje à imprensa sobre um enorme "bolo da lua", comida tradicional na China durante a Festa do Meio Outono, que acontece no domingo.No mês passado, a Chrysler e Baic formaram uma nova empresa de capital misto, a BeijingBenz-Daimlerchrysler Automotive Ltd. (BBDCA) - cada empresa com 50% -, e construirão uma nova fábrica onde começarão a construir o Chrysler 300C, por volta do final de 2006. Os veículos que saírem desta fábrica serão destinados ao mercado chinês, "o que cresce mais rapidamente do mundo", segundo LaSorda.Mais investimentosAlém do projeto em Pequim, o diretor anunciou outros dois investimentos na cidade de Fuzhou, no leste do país, para fabricar caminhonetes Chrysler, e uma fábrica similar, propriedade de uma nova empresa mista em Taiwan. Segundo uma nota de imprensa enviada à EFE, com estas operações, o investimento total da Chrysler e seus sócios na China supera o total de US$ 1,5 bilhão.Coincidindo com a visita de LaSorda, a Comissão Reguladora Bancária da China concedeu permissão a Daimler Chrysler para iniciar serviços financeiros próprios. Deste modo, a empresa pode conceder créditos próprios as que quiserem comprar um veículo, sem ter de buscar a mediação de um banco, o que as empresas automobilísticas estavam pedindo há anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.