carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Chrysler prepara pedido de concordata

A montadora Chrysler contratou o escritório de advocacia Jones Day como consultora para um eventual pedido de concordata, segundo o jornal ?Wall Street Journal? (WSJ), citando fontes familiarizadas com o tema. A co-diretora da Jones Day, Corinne Ball, está trabalhando no caso, mas se negou a comentar o assunto. O porta-voz da Chrysler não foi encontrado.O movimento sugere que a Chrysler está se preparando para um iminente fracasso financeiro, caso fracassem seus esforços para convencer o Congresso a aprovar um pacote de ajuda federal. A Chrysler, controlada pelo fundo de private equity Cerberus Capital Management, informa que precisa de US$ 7 bilhões antes do fim do ano.As três grandes montadoras de Detroit estão pedindo ao Congresso dos EUA US$ 34 bilhões em financiamento imediato. A General Motors diz que precisa de US$ 4 bilhões até o fim deste mês. A Ford Motor, que tem uma posição de caixa levemente melhor - depois de ter hipotecado quase todos os seus ativos, em 2006 -, pretende uma linha de crédito de US$ 9 bilhões que espera não usar.Corinne trabalhou em outras concordatas do setor automotivo, como a da autopeças Dana, e em muitos casos envolvendo a United Auto Workers (UAW), sindicato dos metalúrgicos da indústria automobilística dos EUA.

DOW JONES NEWSWIRES, O Estadao de S.Paulo

06 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.