coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

'Chuva de processos' pode cair sobre a OHL na Espanha

A empresa espanhola OHL, que venceu o leilão para concessão de rodovias federais no Brasil, está sendo bombardeada por partidos políticos, companhias e autoridades na Espanha por não entregar obras no prazo estipulado e por incidentes que estão afetando milhares de pessoas. A crise pode até derrubar a ministra do Desenvolvimento da Espanha, Magdalena Álvarez, por ter permitido que a situação chegasse a esse ponto.A crise ocorre por causa dos atrasos nas obras para a construção de um trem de alta velocidade entre Barcelona e Madri. Segundo o jornal El Pais, a OHL poderá ser alvo de uma "chuva de processos" por ter provocado prejuízos a outras empresas e ainda por não cumprir os contratos com o governo, que havia licitado a obra.A ferrovia de alta velocidade entre Madri e Barcelona é considerada a principal obra de infra-estrutura do governo de José Luis Zapatero. Com os atrasos, o ministério encarregado das obras poderá adiar a data de entrega da linha, que estava inicialmente prevista para 21 de dezembro. A gota d''água ocorreu no último sábado, quando um incidente nas obras de um dos trechos de construção de um túnel acabou provocando um caos em toda a malha ferroviária nas proximidades de Barcelona. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

25 de outubro de 2007 | 14h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.