Sirli Freitas/Estadão
Sirli Freitas/Estadão

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Chuva faz IBGE melhorar estimativa para nova safra

Órgão apontou queda de 14,5 milhões de toneladas na safra de 2018 em relação à produção de 2017

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2018 | 20h56

A primeira estimativa para a safra 2018 surpreendeu quem esperava um ano bem pior do que 2017. O recorde do ano passado pode não ser repetir, mas a previsão de queda de 6% divulgada nesta quinta-feira, 8, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para 226,1 milhões de toneladas, foi bem menor do que a esperada.

Se a chuva der uma trégua a partir deste mês, durante o início da colheita da soja, o processo de revisão para cima nas estimativas para safra de grãos em 2018 pode ter continuidade e, eventualmente, passar a apontar alta na produção em relação a 2017. A avaliação é de Carlos Alfredo Guedes, gerente da Gerência de Agricultura do IBGE.

Segundo Guedes, o clima favorável impulsionou as revisões para cima nas projeções para a safra 2017/2018. “O que acontece é que tem chovido bastante no Centro-Oeste e no Sul”, afirmou o pesquisador.

 ++ Pela primeira vez desde 1994, Brasil encerra o ano com preço dos alimentos em patamar mais baixo

O IBGE apontou que o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) apontou uma queda de 14,5 milhões de toneladas na safra de 2018 em relação à produção de 2017. Mas o resultado é 1,8 milhão de toneladas maior ante o estimado pelo terceiro prognóstico para a safra de 2018, divulgado em janeiro, que apontava para uma produção de 224,3 milhões de toneladas.

As chuvas acima do esperado fizeram o plantio avançar e, agora, as atenções se voltam para o início da colheita.

Para o clima continuar favorável à produção, lembrou Guedes, é importante que pare de chover para não haver prejuízo à colheita

Tudo o que sabemos sobre:
agronegócio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.