Chuva na hora certa favorece lavoura de café

Com água disponível na época de floração do cafezal, grãos estão amadurecendo de maneira mais uniforme

Ana Maria H. de Ávila, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2011 | 00h00

Uma frente fria acompanhada de uma massa de ar frio chegou ao Estado na segunda-feira, trazendo chuvas fracas e isoladas e declínio acentuado das temperaturas. No fim de semana foi registrada a primeira geada do ano nas áreas mais altas do Estado.

Com a redução das chuvas pela terceira semana consecutiva, aumentou o número de municípios com umidade abaixo de 40%. Em Itapeva, Votuporanga, Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Jaú, Jaboticabal e Barretos é necessário irrigar. Mas em Campinas, Taubaté, Iguape, Piracicaba e São Carlos o solo está com umidade acima de 60% da capacidade máxima.

Os campos de algodão na região de Avaré e Itapeva estão em época de colheita. Com os preços em alta, produtores aumentaram a área plantada e o resultado é uma safra maior e de boa qualidade, por causa do clima favorável.

A colheita do café já começou no Estado e, apesar de ser um ano de bienalidade negativa da cultura, cafeicultores estão animados com a safra. Neste ciclo as chuvas chegaram no fim de setembro e não faltou água para a floração. Com isso, os grãos amadurecem de maneira mais uniforme, o que garante a boa qualidade da bebida.

Cinturão Verde. O tempo seco favorece as hortaliças no Cinturão Verde, que estão com boa qualidade e produtividade, aumentando a oferta e reduzindo os preços no mercado. O tempo seco também reduz a aplicação de defensivos, diminuindo os custos para os produtores.

Favorece também a colheita do morango em Monte Alegre do Sul, Jarinu e Atibaia, da uva em Jundiaí, Porto Feliz e Louveira e do caqui em Piedade.

ANA MARIA H. DE ÁVILA É PESQUISADORA DO CEPAGRI/UNICAMP. PARA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE TEMPO E CLIMA, ACESSE WWW.AGRITEMPO.GOV.BR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.