Ciclo de alta do consumo não terminou, diz Hypermarcas

O presidente da Hypermarcas, Claudio Bergamo, avaliou que o ciclo de alta de consumo e crescimento da classe média no Brasil ainda não acabou, embora o momento atual seja de maior seletividade do consumidor. Ele participou de mesa-redonda com outros executivos de varejo e consumo durante evento em São Paulo, nesta quinta-feira, 22.

DAYANNE SOUSA, Agencia Estado

22 de maio de 2014 | 10h34

Bergamo afirmou que acredita que os consumidores brasileiros hoje estejam num processo que ele definiu como "smart up". Para ele, num momento inicial em que houve maior expansão de renda e ascensão da classe média, as compras das famílias cresciam de forma acelerada e generalizada. "Agora o consumidor começa a fazer escolhas mais inteligentes, avaliando melhor a relação de custo benefício dos produtos", comentou. Ele diferenciou esse processo do chamado "trade down", que seria apenas a troca por produtos de menor preço.

Para o executivo, o atual momento exige que as companhias do setor invistam mais em inovação e em conhecer o consumidor. "Acho isso até saudável, vai forçar companhias a melhorar", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
consumoHypermarcas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.