Cid Gomes critica posição paulista na questão fiscal

‘Por que não colocar um paulista no Ministério da Integração e um nordestino na Fazenda?’, questionou governador do Ceará

Suzana Inhesta e Gustavo Porto, de O Estado de S. Paulo,

20 de setembro de 2013 | 21h06

SÃO PAULO - O governador do Ceará, Cid Gomes, afirmou que "o termo guerra fiscal foi cunhado no Sudeste". Ele criticou São Paulo dizendo que nas questões tributárias, "quando interessa" ao Estado, imposto é cobrado na origem ou no destino.

O governador afirmou que, nas propostas de reforma tributária, São Paulo nunca quis que o imposto de consumo ficasse 100% no destino e citou a polêmica na atual proposição, com as mudanças já feitas na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, antes mesmo de o projeto tramitar na Casa.

A Secretaria da Fazenda de São Paulo rebateu, em nota: "O governador Cid Gomes deve ter conhecimento das discussões sobre questões tributárias, em especial a guerra fiscal, no âmbito do Confaz. A Secretaria não pretende conduzir nem polemizar o assunto por meio da imprensa, mas, tratar da questão dentro do próprio Conselho.

Tudo o que sabemos sobre:
forum estadao nordeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.