finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Cidade chinesa iniciará programa de reforma financeira

A cidade chinesa de Yiwu, no leste do país, deve introduzir um programa de reforma financeira para atrair capital privado e facilitar a conversão de yuans em outras moedas, afirmou o China Securities Journal nesta sexta-feira, citando pessoas não identificadas.

AE, Agencia Estado

12 de abril de 2013 | 06h57

O programa será formalmente anunciado nos próximos meses e deverá envolver o estabelecimento de bancos que usem capital nacional e estrangeiro para financiar as transações internacionais, segundo o jornal.

O programa de reforma deve transformar a cidade em um centro de operações cambiais ao amenizar os controles sobre a conversibilidade do yuan, informou o jornal, sem dar mais detalhes.

A cidade de Wenzhou, que assim como Yiwu também fica na província de Zhejiang, introduziu um programa semelhante no ano passado. Mas a implementação tem sido lenta, e as pequenas empresas ainda têm dificuldades para obter crédito de instituições financeiras existentes, dizem analistas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAREFORMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.