Cimento tem maior alta em 5 anos

O preço do cimento manteve a trajetória de alta este mês. Em outubro, o preço do produto no atacado subiu 7,20%, depois de ter aumentado 3,36% em setembro, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) para o cálculo do IGP-M. A alta deste mês é a maior já registrada para o produto desde dezembro de 2002 e a segunda maior desde o início do Plano Real.Neste ano, a cotação do cimento até outubro já subiu 12,74% e, em 12 meses, 12,58%. Enquanto isso, o Índice Nacional da Construção Civil (INCC), da FGV, aumentou 5,08% no ano.Aliás, o INCC registrou em outubro aumento de 0,49%, ante uma elevação de 0,39% em setembro. A alta foi impulsionada pelo custo dos materiais, que mais que dobraram no período, de 0,47% em setembro para 0,98% este mês. Além do cimento, subiram os preços da areia, do tijolo e da pedra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.