Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Cinco ministros representarão Brasil em Cancún

Cinco ministros de Estado integram a delegação brasileira que participará da V Conferência Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), que se realizará de 10 a 14 próximos em Cancún, no México, precedida, hoje e amanhã, pela Reunião Ministerial do Grupo de Cairns (produtores de commodities). Os ministros designados pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em decreto publicado hoje no Diário Oficial, são os das Relações Exteriores, Celso Amorim; da Agricultura, Roberto Rodrigues; do Desenvlvimento, Indústria e Comércio Exterior; do Meio Ambiente, Marina Silva, e do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto. Integram a delegação, também, o líder do governo no Senado, Aloízio Mercadante (PT-SP); os senadores Jonas Pinheiro (PFL-MT), José Maranhão (PMDB-PB) e Professor Rosinha, este um dos vice-líderes do governo na Câmara; os deputados Tarcício Zimmermann (PT-RS), Jamil Murad (PCdoB-SP), Ronaldo Dimas (PSDB-RO), João Grandão (PT-MS), Dilceu Sperafico (PP-PR), Odacir Zonta (PP-SC), Mendes Thame (PSDB-SP), Neucimar Fraga (PL-ES) e Alberto Goldman (PSDB-SP); os secretários-executivos do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, e da Câmara de Comércio Exterior (Camex), Mário Mugnaini; o secretário-geral para Asssuntos Econômicos e Tecnológicos do Itamaraty, embaixador Clodoaldo Hugueney; o representante permanente do Brasil em Genebra, embaixador Luiz Felipe Seixas Corrêa; o embaixador brasileiro no México, Luiz Augusto de Araújo Castro; o chefe de gabinete do Ministro das Relaçõex Exteriores, embaixador Mauro Luiz Vieira, e o chefe do Departamentoo Econômico do Itamaraty, Piragibe dos Santos Tarragô.

Agencia Estado,

08 de setembro de 2003 | 14h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.