Cisco planeja cortar 1,3 mil empregos

A fabricante americana de equipamentos para redes Cisco anunciou que planeja cortar aproximadamente 1,3 mil empregos, como parte de esforços contínuos para reestruturar a empresa.

O Estado de S.Paulo

24 de julho de 2012 | 03h06

"Nós estamos desempenhando um ajuste focado em reestruturações limitadas, que vão ter impacto coletivo em aproximadamente 2% de nosso quadro global de funcionários", afirmou a companhia em um comunicado.

A Cisco tinha 65,2 mil empregados no fim do seu terceiro trimestre fiscal. No ano passado, a empresa iniciou um plano para cortar despesas em US$ 1 bilhão, em um esforço para tornar a empresa mais enxuta e eficiente. Ao mesmo tempo, ela disse que planejava cortar 15% de sua força de trabalho. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.