seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Citi anunciará acordo com governo na 2ª ou na 3ª

Governo deve converter parte das ações preferenciais, aumentando a participação em cerca de 40%

Reuters,

23 de fevereiro de 2009 | 17h34

O Citigroup irá anunciar um acordo com o governo norte-americano ainda nesta segunda-feira ou na terça-feira, 23, reportou a rede CNBC. Mais cedo, fontes informaram que o banco e o governo estariam discutindo um aumento da participação do governo na instituição. Veja também:UE quer maior regulação financeira e reforço de US$ 500 bilhões no FMIGoverno dos EUA pode aumentar fatia no Citi O Citigroup, terceiro maior banco dos Estados Unidos, deve ter uma maior participação do governo. A ideia do governo é converter um pedaço considerável dos US$ 45 bilhões em ações preferenciais que comprou no ano passado, aumentando assim a sua participação em cerca de 40%.  Depois de caírem cerca de US$ 2 na sexta-feira, as ações do Citigroup subiram mais de 20%após o anúncio das conversações. Mas os investidores temem que as perdas decorrentes de cartões de crédito, países emergentes e ativos podres possam afundar os esforços do presidente-executivo do banco, Vikram Pandit, para retomar o ritmo fiscal do Citigroup. Os analistas não acreditam que o Citigroup seja rentável nem em 2009 nem em 2010. A Casa Branca, contudo, afirmou nesta segunda-feira que a melhor estrutura para o sistema bancário ainda é a propriedade privada com regulação governamental. "O presidente acredita que um sistema bancário privado, regulado pelo governo federal, ainda é a melhor maneira de seguir", disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs. Ele acrescentou que não falaria sobre bancos específicos.

Tudo o que sabemos sobre:
CitiPacote nos EUABancos nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.