Citi dá fôlego a bancos e sustenta alta das bolsas européias

O principal índice das ações européiasfechou em alta expressiva nesta sexta-feira, impulsionado pelobom desempenho das ações do setor financeiro após o resultadomelhor do que o esperado do Citigroup . De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300avançou 1,44 por cento, para 1.162 pontos. O índice subiu cercade 3,2 por cento na semana, mas ainda acumula queda deaproximadamente 23 por cento no ano. O Citigroup, maior banco dos Estados Unidos, anunciou umprejuízo de 2,5 bilhões de dólares, menos do que o esperado. OUBS saltou 7,6 por cento e o Royal Bank of Scotland disparou9,6 por cento. "O Citigroup criou uma quantidade enorme de entusiasmo pornão estar tão ruim como se esperava", disse Howard Wheeldon,estrategista sênior do BGC Partners. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 1,7por cento, a 5.376 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 1,78 por cento, para6.382 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 1,74 por cento, para 4.299pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em alta de 1,33 porcento, a 21.591 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou ganho de 2,17 porcento, para 11.895 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve valorização de 3,16 porcento, para 8.674 pontos. (Reportagem de Patrizia Kokot) REUTERS SC VS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.