Citi planeja mais 9 mil demissões no 2º trimestre

O Citigroup, maior banco americano, planeja demitir mais 9 mil pessoas durante o segundo trimestre, disse o diretor financeiro do grupo, Gary Crittenden. Segundo ele, a nova rodada de demissões vai se somar aos 4.200 cortes que o banco já fez no primeiro trimestre deste ano."Estamos focados nas despesas administrativas", afirmou o executivo, durante a conferência de apresentação dos resultados trimestrais do grupo. O Financial Times divulgou ontem uma entrevista com o executivo-chefe do Citi, Vikram Pandit, na qual ele disse que o gigante financeiro cortaria suas despesas em até 20%, o que sugere novas rodadas de demissões ao longo do ano.O grupo anunciou hoje um prejuízo de US$ 5,1 bilhões no primeiro trimestre, como resultado de quase US$ 14 bilhões em baixas contábeis de ativos, em razão da elevada inadimplência nas hipotecas de alto risco (subprime) e no crédito ao consumidor. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.