Citigroup aceita pagar US$1,66 bi a credores da Enron

O Citigroup concordou em pagar acredores da Enron 1,66 bilhão de dólares para encerrar umprocesso sobre sua responsabilidade no colapso da companhia deenergia norte-americana, informou um grupo que representacredores nesta quarta-feira. O maior banco dos Estados Unidos também está desistindo de4,25 bilhões de dólares em reclamações contra a Enron, enquantoa empresa está encerrando todos os processos abertos contra obanco. O Citi também informou em comunicado que nega qualquerato indevido e que fez os acordos somente para evitar custosjudiciais e a incerteza dos processos. O pagamento de 1,66 bilhão de dólares representa cerca de60 por cento dos 2,8 bilhões de dólares que o Citi haviareservado para pagamentos relacionados a processos. O Citiinformou que acredita que suas reservas são adequadas paracobrir sua exposição. A instituição é a última de 11 bancos a encerrarempendências com credores da Enron nos processos conhecidos como"MegaClaims" e seu pagamento é de longe o maior. Esses processos MegaClaim estão retornando mais de 5bilhões de dólares aos credores da Enron. Ao fazer o acordo, o Citi evita um julgamento, que poderiacomeçar este ano. (Por Michael Erman)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.