Citigroup reduz tamanho de fundos em US$15 bilhões, diz jornal

O Citigroup reduziu o tamanho de seusveículos de investimento estruturado (SIVs) em mais de 15bilhões de dólares nos últimos dois meses, publicou o FinancialTimes nesta terça-feira. A redução foi obtida por meio de acordos sob os quaisinvestidores novos compraram porções de ativos dos SIVs em umatroca de papéis, informou o jornal, citando fontes próximas aoassunto. Como resultado, o tamanho dos SIVs encolheu de mais de80 bilhões de dólares, no final de setembro, para 66 bilhões dedólares. O jornal publicou que o Citigroup se recusa a comentarsobre vendas de ativos de seus sete SIVs. Representantes doCitigroup não retornaram imediatamente os pedidos de comentáriofeitos nesta terça-feira. Os SIVs levantam recursos por meio da emissão de dívidas decurto prazo e levantamento de capital de longo prazo e investemos recursos gerados nessas operações em títulos, principalmentedívidas de bancos e ativos vinculados a outros papéis. Porém, esses veículos de investimento foram pegos pelacrise de crédito, em que investidores têm se afastado deinstrumentos complexos e recusado fornecer recursos de curtoprazo, o que os forçou a vender ativos para pagar dívidas emvencimento. Ao mesmo tempo, o valor desses ativos no mercadotem despencado, agravando a situação. A operação descrita pelo jornal é conhecida como "cortevertical" e tem sido usada por uma série de bancos quepatrocinam SIVs. Entretanto, analistas de risco da Moody's Investors Servicedisseram recentemente que tais acordos fazem pouco para removeros importantes riscos associados aos SIVs, em particular aexposição deles a riscos de valor de mercado. (Por Richard Barley)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.