finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Claro e Telemig compram concessões para celular em Minas

Depois de uma acirrada disputa com a Claro, a Telemig Celular venceu o leilão pela licença para operação de telefonia móvel na área do Triângulo Mineiro. Ela pagará pela licença R$ 9,725 milhões, um ágio de 80,54% sobre o preço mínimo de R$ 5,3 milhões. Com o negócio, a Telemig Celular completa a área de atuação no Estado. A Anatel vendeu também hoje a licença da região de Minas Gerais para a Stemar, única competidora e representante da Claro, que pagou o valor mínimo de R$ 51,2 milhões.Com a venda da licença do Triângulo, a Anatel encerra o leilão de sobras do Sistema Móvel Pessoal sem vender outras quatro licenças - três no Estado de São Paulo e uma no Nordeste. A agência já anunciou que colocará as áreas de São Paulo novamente à venda no próximo ano.O presidente em exercício da Telemig Celular, Ricardo Grau, disse que valeu a pena pagar um ágio de 80%. "É uma região muito rica e uma área naturalmente complementar à da Telemig", afirmou. Segundo ele, a região tem poucos telefones celulares. A Telemig tem hoje 2,5 milhões de clientes e uma participação de 53% no mercado em que em atua. A região do Triângulo teria aproximadamente 300 mil clientes em potencial. A empresa usará diretamente a tecnologia GSM, que começa ainda este ano a ser implantada na área original da empresa.

Agencia Estado,

21 de setembro de 2004 | 15h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.