Claro espera iniciar expansão de 3G no País em maio

Implantação ainda depende da liberação das licenças pela Anatel, na freqüência de 2.100 MHz

RAQUEL MASSOTE, Agencia Estado

23 de abril de 2008 | 12h32

A operadora de telefonia móvel Claro espera iniciar a expansão dos serviços de terceira geração (3G) no País, incluindo Minas Gerais, a partir do mês que vem, de acordo com o presidente da operadora, João Cox. A implantação, segundo ele, ainda depende da liberação das licenças pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), na freqüência de 2.100 megahertz (MHz). "Acredito que nesta semana ou na próxima, a Anatel irá liberar as licenças", afirmou o executivo.Atualmente, a Claro já opera os serviços de 3G em 40 cidades, localizadas no Distrito Federal e regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza e Porto Alegre, o que representa um volume de 33 milhões de clientes.   No total, a empresa investiu R$ 1,4 bilhão na aquisição das licenças, em leilão realizado em novembro do ano passado, e estima que irá gastar outros R$ 2 bilhões na infra-estrutura necessária para a oferta dos serviços. "Vamos investir quanto for necessário", disse Cox.Em Minas, a operadora já possui uma participação de 12,35% no mercado de telefonia móvel, de acordo com dados da Anatel divulgados no mês passado, com uma base de 1,7 milhão de clientes. A companhia foi a primeira operadora a concluir, em janeiro deste ano, a implantação do Programa de Universalização do Acesso a Serviços de Telecomunicações de Minas Gerais (Minas Comunica), implementado pelo governo do Estado, em 127 municípios.O programa, lançado em abril de 2007 visa garantir o acesso a serviços de telefonia móvel e transmissão de dados em todo o Estado. A meta era atingir 100% destes municípios até outubro de 2008. Atualmente, das 412 localidades incluídas no programa, 381 já receberam o sinal de telefonia móvel, sendo que a Claro e a Vivo (que comprou a Telemig Celular) cumpriram o lote adquirido em licitação. A Oi espera concluir as 31 cidades restantes até o dia 30 de abril.

Tudo o que sabemos sobre:
Clarotelefonia celular

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.