Classe econômica puxa alta do setor aéreo mundial

O crescimento do setor aéreo mundial tem se dado devido ao aumento de viajantes na classe econômica. O número de passageiros premium - que incluem primeira classe e classe executiva - cresceu em maio apenas 1,7% em relação a igual mês do ano passado, enquanto o número de passageiros em geral teve um aumento de 5,1% no período. Em abril, o crescimento de passageiros premium havia sido bem maior do que em maio: 5,8%. Os números foram divulgados nesta segunda-feira pela Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata).

SILVANA MAUTONE, Agencia Estado

20 de julho de 2012 | 13h25

De acordo com a entidade, o desempenho reflete a queda na confiança nos negócios, especialmente na Europa. Em maio, os passageiros premium representaram cerca de 8% do total e 27% da receita. Este foi o terceiro mês consecutivo de queda no segmento de passagens premium.

Segundo a Iata, os mercados que mais têm sentido o recuo nas passagens premium são os da Europa e dos países do norte do Atlântico. Eles representam 40% do mercado internacional, em número de passageiros, e 34% em receita.

Tudo o que sabemos sobre:
Iataaereomundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.