Classe média norte-americana continua a encolher, mostra levantamento

Entre 1971 e 2011, a classe média encolheu de 61% para 51% do total de adultos; no mesmo período, classe alta saltou de 14% para 20% dos adultos 

Priscila Arone, da Agência Estado,

22 de agosto de 2012 | 17h53

NOVA YORK - A classe média norte-americana continuou a encolher no ano passado, ficando para trás também em sua participação na riqueza nacional, mostra um estudo divulgado nesta quarta-feira pelo Pew Research Center.

Em 2011, a classe média - aqueles que ganham entre US$ 39 mil e US$ 119 mil por ano - era formada por apenas 51% de todos os adultos, abaixo dos 61% que compunham esta faixa em 1971. No mesmo período, a classe alta saltou de 14% para 20% dos adultos, enquanto os pobres somam agora 29%, ante 25%.

Nos últimos 40 anos, apenas os ricos aumentaram sua participação na riqueza do país, detendo atualmente 46%, ante 29% no início da década de 1970, enquanto a classe média detém 45%, porcentual que era de 62% na pesquisa usada como comparação.

"A classe média encolheu em tamanho, ficou para trás em renda e riqueza e perdeu algumas - mas não todas - as suas características de fé no futuro", disse o Pew ao anunciar os resultados de seu estudo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Classe médiaeua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.