Cláudio Vaz descarta pressão para renunciar

O empresário Claudio Vaz, virtual vencedor das eleições para o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), descartou que esteja sendo pressionado por uma parcela de seus apoiadores para renunciar em favor de Paulo Skaf, presidente eleito da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), rebatendo informações que circulam hoje na imprensa. "Tenho certeza de que ninguém me pedirá para renunciar por conta do respeito que nossos eleitores merecem. Não considero a desistência em hipótese alguma e desconheço quem, entre os meus aliados, pense desta maneira ", disse. Sobre o pedido da Chapa 1, de Skaf, protocolado ontem na Comissão Eleitoral do sistema Fiesp/Ciesp pedindo o acesso às credenciais de todos os cerca de 4 mil votantes do Ciesp, Vaz afirmou que se houver indício relevante de irregularidade no processo que possa alterar o resultado da eleição ele mesmo apoiará o pedido dos concorrentes. A Chapa 1 quer autorização para verificar se quem estava credenciado era de fato funcionário ou representante estatutário da empresa registrada para votar. A Comissão deve responder ao pedido na tarde de hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.