Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Clientes voltam às filas para sacar fundos de banco britânico

Milhares de clientes nervosos passaramhoras em filas neste sábado diante das agências do banco dehipotecas britânico Northern Rock, tentando desesperadamentesacar suas poupanças. Pelo segundo dia consecutivo, houve filas que davam voltasao quarteirão perto das agências do banco, que é o quinto maiorprovedor de hipotecas na Grã-Bretanha. Acredita-se que osclientes teriam sacado um bilhão de libras na sexta-feira. Milhares de outros clientes engarrafaram as linhastelefônicas e o site do banco, tentando sacar dinheiro esuscitando temores de que a "corrida para o banco" possaexacerbar o problema. Apesar de terem ouvido garantias de que seu dinheiro estáem segurança, alguns clientes disseram ter perdido a confiançano Northern Rock, depois dele ter pedido ajuda de emergência aobanco central britânico. O jornal The Sun publicou que a gerente de uma agência foiobrigada a chamar a polícia após ter sido impedida de sair dolocal por um casal que não conseguiu sacar um milhão de librasque tinham guardado no banco. "Tudo que temos na vida está ali dentro", disse ao tablóidea ex-proprietária de hotel Fiona Howard. "Se esse dinheiro seperder, ficaremos sem nada." Em todo o país, centenas de clientes começaram a fazerfilas já de madrugada para sacar fundos, depois de o assuntochegar às primeiras páginas dos jornais sob manchetes como"Pânico nas Ruas da Grã-Bretanha". Funcionários do bancodistribuíam folhetos dizendo que "suas economias estão asalvo". Um cliente disse à Sky News: "Não posso correr o risco deque de repente saia um anúncio de que houve outro problema e obanco foi fechado. Estou errando pelo lado da cautela." O banco Northern Rock é a maior baixa britânica deixadapela crise financeira mundial desencadeada pela inadimplênciade hipotecas nos Estados Unidos.

PETER GRIFFITHS, REUTERS

15 de setembro de 2007 | 11h22

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSNORTHERNFILAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.