Clima desfavorável leva IBGE a reduzir previsão da safra

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira, 10, uma estimativa para a safra 2007 de 133,4 milhões de toneladas. O volume previsto, que se refere ao levantamento realizado em junho, é 1,3% menor do que a projeção relativa a maio, de 135,1 milhões de toneladas.A revisão foi motivada por condições climáticas desfavoráveis que levaram a reduções, de um mês para o outro, de 7,7% na estimativa para o feijão primeira safra; de 2,7% para o feijão segunda safra; de 1,4% para o milho primeira safra e de 4% para o milho segunda safra.A previsão para a soja caiu 0,4% de maio para junho, especialmente por causa da estiagem prolongada que levou a uma queda de 21,5% na safra do produto no Piauí.RecordeSegundo o gerente do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do instituto, Neuton Rocha, a redução reflete exclusivamente problemas climáticos e, se houver novas revisões, serão de pequena magnitude. Além disso, o especialista afirmou que está confiante de que a safra deste ano será recorde. A safra recorde anterior foi registrada em 2003, quando foi de 123,6 milhões de toneladas.Segundo Neuton, as possíveis revisões ainda poderão ocorrer no trigo - cuja colheita ocorre no segundo semestre - e no milho safrinha, colhido até o início de setembro. Ele explicou que 90% da safra já estão colhidos. A safra estimada para o trigo é de 3,98 milhões de toneladas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.