Clima melhora nos EUA e milho cai

A perspectiva de melhora no clima para plantio de milho na região Meio-Oeste dos Estados Unidos derrubou as cotações do cereal ontem na Bolsa de Chicago. O excesso de umidade vem impedindo que o produtor trabalhe no solo e o ritmo do plantio da nova safra está muito abaixo do normal. Isso fez com que os preços subissem mais de 7,5% no último mês, pois a oferta, já restrita, poderia ser prejudicada. Mas nesta semana meteorologistas sinalizaram que a chuva deve dar trégua e o plantio poderá ser retomado. E a redução do risco pesa nos preços. O contrato do milho para entrega em julho despencou 3,95% e fechou cotado US$ 7,2925 por bushel. Trata-se da menor cotação em quatro semanas. Entretanto, analistas ponderaram que, mesmo com a melhora no clima, as condições não serão imediatamente perfeitas. Os campos precisarão de algum tempo para secar.

Filipe Domingues, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2011 | 00h00

Os participantes do mercado de trigo também acompanham atentamente as previsões do tempo nos Estados Unidos. Ao contrário do milho, o problema na região sul das Grandes Planícies é de falta de umidade. Mapas climáticos mostram que, após meses de rigorosa estiagem, a chuva deve chegar às regiões produtoras de trigo, aliviando preocupações com a oferta. O mesmo ocorre em áreas da Europa. Ontem, o preço do trigo caiu 4,25% em Chicago e 4,66% em Kansas City. A soja acompanhou outros grãos e recuou 2,24%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.