Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

CMN amplia limite para crédito a Estados e municípios

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje em reunião extraordinária a ampliação em até R$ 6 bilhões do limite que pode ser contratado em empréstimos realizados por órgãos e entidades do setor público, como Estados e municípios. De acordo com a Resolução 3.794 publicada hoje, o novo valor passa a vigorar a partir de hoje. Anteriormente, o limite global dos empréstimos era de R$ 1 bilhão.

FERNANDO NAKAGAWA, Agencia Estado

07 de outubro de 2009 | 12h10

Na resolução, o CMN também aprovou que o juro dessas operações será determinado pela Taxa de Juro de Longo Prazo (TJLP) acrescida de 1,1% ao ano quando a operação tem garantias da União. Se não houver garantia, o juro sobe para TJLP acrescida de 2%. O prazo dos financiamentos, segundo a resolução do CMN, é de até dez anos. Há, porém, dois anos iniciais de carência para o início dos pagamentos. Essas operações poderão ser contratadas pelo setor público até 30 de junho de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
créditoCMNlimite

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.