CMN amplia programas de crédito para saneamento e habitação

O Conselho Monetário Nacional aprovou nesta quinta-feira a ampliação de limites de contratação de crédito de programas de saneamento, de moradia e de compra de equipamento para obras em estradas municipais. Para o saneamento, o limite foi elevado de 12 bilhões de reais para 14,2 bilhões de reais. O financiamento é oferecido pela rede bancária tendo como fonte principalmente recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. O Programa de Atendimento Habitacional teve seu limite elevado de 4 bilhões de reais para 5,5 bilhões de reais. O CMN aprovou, ainda, a ampliação --de 500 milhões de reais para 1 bilhão de reais-- de linha de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para a compra, pelos municípios, de equipamentos como máquinas rodoviárias e tratores usados em intervenções viárias. O prazo de contratação do programa também foi estendido de dezembro de 2009 para dezembro de 2010. (Reportagem de Isabel Versiani)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.