CMN aprova participação estrangeira no Banco Pine

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou a participação estrangeira no capital do Banco Pine e em sua controlada - a distribuidora Pine de Títulos e Valores Mobiliários -, em até 49% do capital total da instituição. A decisão será encaminhada para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sanção. Esse foi o único voto da área financeira aprovado na reunião de hoje do CMN.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.