CMN autoriza concessão de crédito a cliente com restrição

O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou, hoje, as instituições financeiras a realizarem operações de crédito com clientes que tenham restrição bancária. A autorização foi dada mediante exclusão de itens da Resolução 1.559/98. A resolução impedia, por exemplo, a concessão de empréstimo a quem tivesse emitido cheques sem fundos. O CMN decidiu manter na resolução uma regra geral que exige dos bancos "seletividade, garantia, liquidez e diversificação de risco" e deixou às próprias instituições a decisão de escolher quais clientes têm condições de honrar seus compromissos, independentemente de restrições bancárias.Segundo o diretor de Normas do Banco Central, Sérgio Darcy, houve caso, por exemplo, de cliente que estava com o nome no Serasa por questionar na Justiça o financiamento bancário e, por esta razão, ficou impedido de obter outro financiamento, mesmo oferecendo o imóvel como garantia. Com a nova regra, essa operação seria possível. Darcy disse ainda que a mudança facilitará, no caso do Banco do Brasil, as operações de microcrédito e microfinanças.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.