Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

CMN autoriza Mellon a ampliar até 100% fatia estrangeira

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje proposta de decreto presidencial autorizando a Mellon e Serviços Financeiros DTVM a ampliar sua participação estrangeira do seu capital para até 100%. Segundo o BC a medida vai permitir que a Mellon Overseas, atualmente acionista majoritária, transforme a Mellon Serviços Financeiros em subsidiária integral. A proposta será encaminhada ao presidente da República para assinatura de decreto.O CMN também aprovou hoje proposta de decreto presidencial reconhecendo como do interesse do governo brasileiro a participação estrangeira, de forma indireta, em até 25% no capital da Midway S.A Crédito, Financiamento e Investimento. Segundo o Banco Central a Midway ainda está em processo de constituição.A resolução, explicou o BC se faz necessária porque sua sócia majoritária, a Guararapes Confecções é uma companhia de capital aberto com ações negociadas em bolsa. Caso as ações da Guararapes sejam adquiridas por estrangeiros, explicou o BC, haverá participação indireta de não-residentes no capital da nova instituição financeira. De acordo com o BC após a publicação do decreto presidencial, caso acolhida a proposta pelo presidente, serão concluídos os estudos do processo de constituição da Midway S.A.

ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

29 de novembro de 2007 | 13h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.