CMN: cheque e cartão de poupança serão gratuitos

O Conselho Monetário Nacional anunciou hoje a ampliação da lista de serviços bancários que não terão cobrança de tarifas. Os chamados serviços essenciais, que atingem conta corrente para depósito à vista e contas de poupança, não terão cobrança de tarifas. Nas contas correntes, terão gratuidade os seguintes serviços: fornecimento de cartão de débito e de dez folhas de cheques por mês, fornecimento de segunda via de cartão de débito, fornecimento de até dois extratos por mês (antes era apenas um extrato por mês), realização de até quatro saques por mês em guichê de caixa, realização de duas transferências de recursos entre contas na própria instituição, compensação de cheques, realização de consultas mediante utilização da internet, fornecimento de extrato consolidado discriminando as tarifas cobradas no ano anterior, além de permitir o ressarcimento de despesas incorridas pela instituição com a devolução de cheques e de não serem mais permitidas cobranças pela realização de depósitos ou emissão de cheques de qualquer valor. Na regra anterior, apenas quatro serviços tinham gratuidade garantida para a conta corrente.No caso da poupança, que só tinha gratuidade na tarifa de manutenção de conta, a partir de abril haverá sete serviços gratuitos: fornecimento de cartão para movimentação, fornecimento de segunda via de cartão, realização de até dois saques ao mês, realização de até duas transferências para conta de depósito de mesma titularidade, fornecimento de até dois extratos com a movimentação do mês, realização de consultas pela internet e fornecimento de extrato consolidado discriminando mês a mês as tarifas cobradas no ano anterior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.