CMN: parcelas da dívida rural de 2008 devem ser pagas

O secretário adjunto de microfinanças e política agrícola do Ministério da Fazenda, Gilson Bittencourt, disse hoje que as dívidas rurais que vencem nos meses de janeiro, fevereiro e março precisam ser pagas pelos produtores rurais. A recomendação contradiz o que disse ontem o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, de que as dívidas do primeiro trimestre do ano "estão suspensas". O governo definiu o prazo de 31 de março para apresentação de uma proposta para renegociação das dívidas dos produtores rurais. "As dívidas que vencem no começo do ano precisam ser pagas", disse o secretário, após reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN).O CMN aprovou hoje o voto prorrogando por seis meses o prazo de vencimento das dívidas da cacauicultura (referente ao cultivo de cacau). O prazo será contado após o vencimento da última parcela do contrato. Inicialmente, os produtores deveriam pagar suas dívidas no dia 31 de janeiro. O secretário disse que o cacau será beneficiado pelas medidas que serão anunciadas pelo governo em março. Com a extinção da CPMF, parte da margem de negociação foi afetada e o governo precisa refazer suas contas.Outro voto aprovado pelo CMN prevê que programas de investimento que tenham sido unificados nos últimos anos terão direito ao desconto nas parcelas que vencem em 2007, conforme resolução do Banco Central de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.