carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

CNA sugere ao governo crédito de R$ 120 bi para a safra

Serão necessários cerca de R$ 120 bilhões e redução generalizada das taxas de juros para a safra agrícola 2009/10. Essas são as principais solicitações feitas pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em conjunto com a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), ao ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes nesta tarde, na sede da CNA, em Brasília.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

14 de maio de 2009 | 16h28

Ao justificar a necessidade dessas medidas, a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu (DEM-TO), estimou que, para ao período 2009/2010, seriam necessários R$ 158,5 bilhões apenas para custeio da agricultura e pecuária, dos quais R$ 41,6 bilhões seriam provenientes do produtor; R$ 10,5 bilhões em recursos de terceiros e necessidade de aporte de R$ 106,3 bilhões. Além disso, são estimados investimentos no valor de R$ 15,2 bilhões e recursos para comercialização no total de R$ 3,5 bilhões.

Além dos recursos, são sugeridas reduções das taxas de juros para o setor agropecuário de forma generalizada. No caso de custeio e comercialização, a diminuição solicitada é de 6,75% para 5% ao ano. Para o Proger Rural, a diminuição é de 6,25% para 4,50% ao ano. No caso do Moderfrota, a redução seria de 7,5% para 6%, nos casos de renda bruta anual de até R$ 250 mil, e de 9,5% para 7,5%, nos casos com renda acima de R$ 250 mil. Para os demais programas, a redução solicitada é de 6,75% para 5%. "Esse é o momento de o governo demonstrar ao Brasil que a agricultura é o setor mais importante para País", disse a senadora.

Tudo o que sabemos sobre:
agronegóciocrédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.