Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

CND modifica trechos de ferrovias que serão concedidas

O Conselho Nacional de Desestatização (CND) modificou itens das resoluções que aprovaram os modelos de concessão de três trechos ferroviários federais: Açailândia/MA - Barcarena/PA; Ouro Verde/GO - Estrela d''Oeste/SP - Dourados/MS; e Lucas do Rio Verde/MT - Campinorte/GO - Palmas/TO - Anápolis/GO. Segundo as modificações, o prazo de 35 anos das concessões só poderá ser prorrogado, pelo mesmo período, "a exclusivo critério da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)". O texto mantém que a ampliação do prazo se dará apenas para recomposição do equilíbrio econômico-financeiro.

LUCI RIBEIRO, Agencia Estado

28 de novembro de 2013 | 08h17

O Conselho também modificou o percurso e a extensão de alguns trechos. O lote de concessão que inclui os trechos ''Ouro Verde/GO - Estrela d''Oeste/SP - Dourados/MS'' e ''Lucas do Rio Verde/MT - Campinorte/GO - Palmas/TO - Anápolis/GO'', com extensão total de 3.260 km, foi reduzido para 3.078 km e dividido em três concessões distintas: Lucas do Rio Verde/MT - Campinorte/GO (com 883 km); Estrela d''Oeste/SP - Dourados/MS (659 km); e Porto Nacional/TO - Anápolis/GO - Ouro Verde/GO - Estrela D''Oeste/SP (1.536 km). As mudanças estão publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira, na Resolução CND 19.

Tudo o que sabemos sobre:
concessõesferroviasCND

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.