CNDL discute com BB linhas de crédito para comércio

Presidente da Confederação afirmou que o objetivo é adaptar linhas que hoje servem ao setor industrial às necessidades do varejo brasileiro

Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

25 de julho de 2012 | 16h14

BRASÍLIA - Representantes do setor varejista e Banco do Brasil estão trabalhando em um projeto para criar linhas de crédito específicas para as empresas do comércio. A informação é do presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pellizzaro.

Pellizzaro afirmou que o objetivo é adaptar linhas que hoje servem ao setor industrial às necessidades do varejo brasileiro. "Há linha para a indústria e para o agronegócio, mas não há muitos produtos específicos para varejistas. O varejo precisa de linhas diferenciadas para capital de giro ao longo do ano, com datas específicas", declarou. Ele espera que as novas linhas sejam anunciadas até dia 10 de agosto.

Devem ser anunciadas linhas para antecipação de recebíveis, investimento e capital de giro por perfil de empresas. "O supermercado precisa de linha diferente de quem vende sapato", disse Pellizzaro.

"É um trabalho de customização de linhas de crédito de produtos que eram formatados para o empresário industrial. O BB já tem pessoas dedicadas a esse processo", afirmou o dirigente.

Tudo o que sabemos sobre:
BBCNDL

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.