Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

CNI: corte de 0,25 ponto do juro confirma BC conservador

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), deputado Armando Monteiro Neto (PTB-PE), afirmou que o corte de 0,25 ponto porcentual da taxa Selic (juro básico da economia brasileira) confirma a postura conservadora do Banco Central (BC).Segundo Monteiro, a indústria espera, agora, que o Comitê de Política Monetária (Copom), do BC, retome os cortes mais acentuados nas taxas de juros para que não se interrompa o atual processo de crescimento da economia. "Essa é uma condição fundamental para a manutenção do ritmo de crescimento do País", disse o presidente da CNI.Na avaliação de técnicos da CNI, a decisão de hoje do Copom é especialmente desfavorável à indústria, porque, além dos juros elevados, o setor enfrenta a alta carga tributária, a desvalorização do dólar frente ao real e a crescente concorrência dos produtos estrangeiros nos mercados interno e externo.

AE, Agencia Estado

05 de setembro de 2007 | 20h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.