finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

CNI critica aumento da carga tributária com nova Cofins

As alterações feitas pelo governo na cobrança da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) provocarão o aumento da carga tributária e permitirão ao governo um aumento entre R$ 10 bilhões e R$ 12 bilhões ao ano. Essa é a estimativa do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), deputado Monteiro Neto, em nota distribuída pela Assessoria de Imprensa da entidade.Ele afirma que o governo está na direção correta quando retira a cumulatividade da contribuição. "No entanto, ao fazer a transformação da Cofins cumulativa na Cofins de valor adicionado, a alíquota foi supercalibrada. Ou seja, o governo fixou-se numa alíquota que está acima daquela que garantiria a manutenção dos níveis de arrecadação", observou. Segundo o presidente da CNI, a possibilidade de aumento da carga tributária é muito negativa neste momento. "Isso é lamentável, na medida em que nós precisamos não apenas criar uma estrutura de impostos mais eficiente, mas também limitar a carga tributária global", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.