CNI destaca expansão de indústria e investimentos no PIB

O ponto alto do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre é a expansão da indústria e dos investimentos, conforme avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI) apresentada em nota à imprensa nesta sexta-feira, 30. De abril a junho, o PIB cresceu 1,5% na comparação com os três primeiros meses do ano. Na mesma base de comparação, o PIB da indústria avançou 2% - a maior alta desde o segundo trimestre de 2010. Os investimentos tiveram expansão de 3,6% frente ao primeiro trimestre, destaca a entidade.

AE, Agencia Estado

30 de agosto de 2013 | 16h41

A CNI ressalta, porém, que "a expansão dos investimentos está concentrada em equipamentos de transporte e, para a manutenção do crescimento, é necessário que as compras dos demais bens de capitais também aumentem significativamente".

A CNI assinala ainda como positivo o aumento das exportações, de 6,9% no segundo trimestre, compensando a queda do trimestre anterior. O resultado, diz a entidade, foi impulsionado pelo movimento de desvalorização do real, que teve início no segundo semestre de 2011.

Apesar do desempenho, a CNI estima que "o ritmo de crescimento da economia neste segundo semestre pode ser prejudicado pelo impacto da elevação dos juros no consumo e nos investimentos".

Tudo o que sabemos sobre:
PIBIBGE2º trimestreCNI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.