CNI fala em recuperação do PIB no 2º semestre

A queda do Produto Interno Bruto (PIB) industrial no segundo semestre é um fato que já está no passado, avaliou o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade. O dirigente prefere apostar no crescimento do setor no segundo semestre. Andrade esteve nesta sexta-feira no Palácio do Planalto, em reunião com a presidente Dilma Rousseff.

RAFAEL MORAES MOURA, Agencia Estado

31 de agosto de 2012 | 13h17

"Sabemos também o que a indústria tem para oferecer no segundo semestre. Essa é a nossa expectativa. O quadro desanimador é do primeiro semestre. Estamos acreditando no crescimento da indústria no segundo semestre", disse. O PIB da indústria caiu 2,5% no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre deste ano, conforme divulgou nesta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O presidente da CNI afirmou que não discutiu o PIB com a presidente Dilma. Declarou que também não obteve dados antecipados sobre a redução dos custos da energia elétrica, anúncio que deve ser feito pela presidente na próxima semana. "Não tenho a confirmação de quanto será a redução, temos a expectativa de que a redução seja próxima dos 15% para indústria", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
PIBIBGEsegundo trimestreCNI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.